Ir direto para menu de acessibilidade.
Você está aqui: Página inicial > IFTM Campus Uberaba > Últimas Notícias > Bioinseticida para controle da lagarta-do-cartucho, em parceria com o IFTM, é lançado em Uberaba
Início do conteúdo da página
Notícias

Bioinseticida para controle da lagarta-do-cartucho, em parceria com o IFTM, é lançado em Uberaba

O trabalho inicial contou com a participação de estudantes do campus Uberaba

  • Por IFTM Campus Uberaba
  • Publicado em 17/05/2017 às 09:36
  • Última modificação 17/05/2017 às 09:44
Discurso do professor Robson Thuler
Discurso do professor Robson Thuler
Crédito: Watson Azevedo

Semana passada, no dia 12 de maio, aconteceu em Uberaba o lançamento mundial do CartuchoVit, o primeiro bioinseticida para controlar a lagarta-do-cartucho que é a maior praga do milho e está presente em culturas como sorgo, feijão, algodão, frutas, hortaliças e soja.

O veneno, feito à base do vírus Baculovirus spodoptera, é produzido da própria lagarta-do-cartucho, uma tecnologia desenvolvida pelo pesquisador da Embrapa Fernando Valicente em conjunto com a empresa Vitae Rural Biotecnologia e instituições públicas e particulares.

O CartuchoVit é uma opção ecologicamente correta para produção sustentável. Uma das inovações do produto está em sua formulação totalmente nova que confere proteção UV ao produto, aumentando sua estabilidade e reduzindo a sensibilidade aos raios UVA e UVB; elevando sua eficiência se comparado ao produto difundido inicialmente, formulado em caulim.

O professor Robson Thomaz Thuler, do campus Uberaba, também esteve presente no evento que contou com a participação de várias autoridades, entre elas o prefeito Paulo Piau.

Segundo Robson, “quando o Paulo nos procurou há alguns anos para iniciarmos a parceria e os trabalhos, parecia tão distante a realização do produto de fato e ao mesmo tempo, não víamos a hora de iniciar todos os testes e, rapidamente começaram a se materializar resultados e mais resultados de um grande trabalho de equipe”.

“Coube à nossa equipe mensurar e validar os resultados obtidos com o CartuchoVit em laboratório e em campo. Nessa fase tivemos o cuidado de recriar as situações que serão enfrentadas pelo produtor, para que uma vez no mercado, nossos Engenheiros Agrônomos possam ter total segurança em indicar o produto, com a certeza de que o agricultor estará tecnicamente respaldado, pelo menos o que nos cabe, que é reduzir a infestação da praga alvo do produto” explica.

“Para resumir, podemos perceber que o papel está sendo feito e continuará a ser cumprido, por meio dessa importante engrenagem, formada quando se tem a subvenção pública, a atuação dos institutos de tecnologia e a iniciativa privada. A tecnologia está aí, foi gerada e é nacional. É brasileira. Movimentou todas as redes gerando um enorme impacto positivo na sociedade como um todo, desde sua concepção até sua finalização. Eu não teria mais palavras para descrever a satisfação que é estar aqui, fazendo parte de tudo isso e falando em nome de tantos colegas que diariamente dedicam parte de suas vidas para melhorar a vida de tantos. Em nome do IFTM, eu agradeço a todos e reforço aqui o compromisso que nossa instituição tem com Uberaba e com o Brasil em ofertar um ensino de qualidade, com acesso a tantas informações e tecnologias e melhor, gratuitamente”, finaliza Robson.

Além do IFTM, a o Grupo Vitae contou com o apoio do Parque Tecnológico, Fazu, Senai, Sebrae, Finep, Uniube/Unitecne e CNPq.

O lançamento foi realizado no Auditório da FIEMG.


Fim do conteúdo da página