Ir direto para menu de acessibilidade.
Você está aqui: Página inicial > IFTM Campus Uberlândia Centro > Últimas Notícias > Alunos da pós-graduação trabalham as potencialidades da pintura como mídia educacional
Início do conteúdo da página
Notícias

Alunos da pós-graduação trabalham as potencialidades da pintura como mídia educacional

Em ação desenvolvida neste primeiro semestre, estudantes produzem telas individuais e uma tela coletiva

  • Por IFTM Campus Uberlândia Centro
  • Publicado em 08/06/2018 às 07:00
  • Última modificação 13/06/2018 às 17:29
Cada estudante fez sua própria tela e também contribuiu para uma tela coletiva
Cada estudante fez sua própria tela e também contribuiu para uma tela coletiva
Crédito: Projeto Etnografias do Olhar

Os alunos do curso de Pós-graduação em Tecnologia, Linguagens e Mídias em Educação terão um belo portifólio ao fim das aulas neste primeiro semestre. Está em fase de finalização um trabalho no qual o grupo de 30 estudantes experimenta na área das artes visuais. Nas últimas semanas, cada um deles foi desafiado a reproduzir em uma tela o sentimento que trazem ao final da disciplina “Arte, Corpo e Subjetividade: Concepções contemporâneas sobre a prática Educativa”, ministrada pelo professor Dickson Duarte Pires. 

“O objetivo é trabalhar a ideia da autenticidade, pois antes de serem professores eles são seres humanos. Quero que eles mostrem a história que eles trazem, os desejos por trás do ato de ensinar, o que eles têm para trocar dentro de sala de aula. Afinal, o docente não é só transmissor de conhecimento, mas um ser dotado de desejos e intenções, e isso faz diferença no ato de ensino e aprendizagem”, afirma o professor.

Durante o trabalho de produção, os estudantes contaram com a assessoria técnica da professora Luciana Napoli, especializada em pintura. Para a produção dos quadros, o grupo utilizou técnicas diversificadas de pintura, colagem e a incorporação de elementos diversos, como cordas, penas e tecidos. Cada estudante criou sua tela a partir da discussão que tiveram ao longo da disciplina e também houve um momento especial de produção, que contou com um lanche e com música, como forma de incentivar o processo de fruição. Além das telas individuais, o grupo produziu uma tela coletiva, na qual cada um teve a chance de incorporar um elemento.

Exposição

A ideia do trabalho é que, uma vez finalizado, essas telas sejam expostas no Campus Uberlândia Centro e em outros eventos relevantes do IFTM. Segundo Dickson, além de dar visibilidade para os alunos da pós-graduação, um dos objetivos principais é demonstrar quão variados podem ser os processos educacionais.

“Um processo educacional não passa apenas por um livro, artigo, ferramenta computacional, mas também pode ser uma obra de arte e a partir dela é possível produzir releituras e conhecimento”, afirma Dickson. “Com esse trabalho, queremos dar espaço concreto e visual a esses alunos, pois é uma forma de fortalecer institucionalmente o curso e o projeto pedagógico da instituição”, completa.

Leia também: Curso de pós ganha componente que reflete o uso do corpo como ferramenta de ensino



Assunto(s):
Fim do conteúdo da página