Ir direto para menu de acessibilidade.

Perfil do egresso

O Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Triângulo Mineiro – IFTM – Campus Uberlândia, em seus cursos, prioriza a formação de profissionais que:

  • Tenham competência técnica e tecnológica em sua área de atuação;
  • Sejam capazes de se inserir no mundo do trabalho de modo compromissado com o desenvolvimento regional sustentável;
  • Tenham formação humanística e cultural geral integrada à formação técnica, tecnológica e científica;
  • Atuem com base em princípios éticos e de maneira sustentável;
  • Saibam interagir e aprimorar continuamente seus aprendizados a partir da convivência democrática com culturas, modos de ser e pontos de vista divergentes;
  • Sejam cidadãos críticos, propositivos e dinâmicos na busca de novos conhecimentos.

Em consonância com o Catálogo Nacional dos Cursos Técnicos do Ministério da Educação, este profissional estará preparado para atuar no processamento e conservação de matérias-primas, produtos e subprodutos da indústria alimentícia e de bebidas, realizando análises físico-químicas, microbiológicas e sensoriais; auxiliar no planejamento, coordenação e controle de atividades do setor, realizando a sanitização das indústrias alimentícias e de bebidas e controlar e corrigir desvios nos processos manuais e automatizados, bem como acompanhar a manutenção de equipamentos e participar do desenvolvimento de novos produtos e processos.

Assim, o perfil pretendido do egresso do Curso Técnico em Alimentos Integrado ao Ensino Médio é o profissional cidadão que possui uma sólida formação do ensino médio integrado aos domínios das técnicas, tecnologias e dos conhecimentos científicos, de modo a permitir sua inserção no mundo do trabalho, de acordo com o Catálogo Nacional dos Cursos Técnicos.

Este profissional deve ser capaz de continuar aprendendo, adaptando-se com flexibilidade às novas condições de ocupações ou aperfeiçoamentos posteriores, produzir novos conhecimentos e inserir-se como sujeito na vida social, política e cultural, de forma ativa, participativa e solidária, consciente de seu papel de cidadão.

Ao final do Curso Técnico em Alimentos Integrado ao Ensino Médio o egresso estará apto à:

  • Responder pelos procedimentos de higiene na Indústria de Alimentos;
  • Atuar na conservação das matérias-primas, ingredientes, produtos e subprodutos da indústria alimentícia;
  • Processar produtos de origem animal e vegetal, panificação, cereais, oleaginosas e bebidas;
  • Realizar análises físico-químicas e sensoriais;
  • Compreender os aspectos nutricionais dos alimentos, as embalagens e rotulagens dos produtos alimentícios industrializados;
  • Atuar na implantação das boas práticas de fabricação, garantindo a segurança alimentar do consumidor;Gerenciar a manutenção de equipamentos a comercialização e a produção de alimentos;
  • Assessorar o desenvolvimento dos projetos agroindustriais e respectivas instalações agroindustriais;
  • Buscar o conhecimento empreendedor e soluções tecnológicas para aumentar a produtividade com qualidade e desenvolvimento de novos produtos e processos;
  • Trabalhar em equipe, com ética e consciência de sua responsabilidade social no que se refere à qualidade do alimento, do ambiente e da saúde do consumidor;
  • Gerenciar o tratamento de efluentes, atendendo as normatizações ambientais;
  • Elaborar relatórios e projetos de impacto ambiental;
  • Elaborar laudos, pareceres, relatórios e projetos demandados em processos alimentícios, inclusive na incorporação de biotecnologias.

Os conhecimentos adquiridos ao longo de experiências do curso técnico em Alimentos Integrado ao ensino médio podem ser aproveitados mediante a certificação de conhecimentos trabalhados nos componentes curriculares integrantes da parte profissionalizante, isto e, conteúdos específicos da área de Alimentos.

Assim sendo, o curso técnico em Alimentos Integrado ao Ensino Médio, possibilita ao aluno a solicitação das Certificações Profissionais Intermediárias de acordo com as unidades curriculares cursadas. Esta certificação poderá ser concedida ao estudante mediante solicitação junto à CRCA, pelo próprio estudante ou por seu representante legal.

De acordo com o decreto federal nº 5154 de 23 de Julho de 2014, em seu artigo 6º:

Art. 6º Os cursos e programas de educação profissional técnica de nível médio os cursos de educação profissional tecnológica de graduação, quando estruturados e organizados em etapas com terminalidade, incluirão saídas intermediárias, que possibilitarão a obtenção de certificados de qualificação para trabalho após sua conclusão com aproveitamento.

§ 1º Para fins do disposto no caput considera-se etapa com terminalidade a conclusão intermediária de cursos de educação profissional técnica de nível médio ou de cursos de educação profissional tecnológica de graduação que caracteriza uma qualificação para o trabalho, claramente definida e com identidade própria.

§ 2º As etapas com terminalidade deverão estar articuladas entre si, compondo os itinerários formativos e os rescpectivos perfis profissionais de conclusão.

O Curso Técnico em Alimentos Integrado ao Ensino Médio possibilita ao aluno solicitar as Certificações Profissionais Intermediárias de acordo com as unidades curriculares cursadas. Neste caso, espera-se para cada nível de certificação as seguintes habilidades e competências:

1. Certificação Profissional Intermediária em Segurança Alimentar

Competências

  • Conhecer a importância dessa modalidade de ensino para atender as exigências contínuas da sociedade atual;
  • Desenvolver a autonomia intelectual, pensamento crítico, espírito investigativo e criativo;
  • Compreender o uso dos diversos tipos de métodos de conservação dos alimentos;
  • Identificar os microrganismos patogênicos e deterioradores de importância em alimentos e as condições sob as quais eles irão crescer;
  • Compreender os princípios básicos e práticas de limpeza e sanitização em operações de processamento de alimentos.
  • Conhecer ferramentas computacionais que auxiliem e ampliem a capacidade de trabalho;
  • Apresentar o domínio dos conhecimentos específicos apresentados para que estes possam ser veículo de empregabilidade e projeção profissional;
  • Compreender a relevância dos conceitos de higiene, conservação e manipulação dos alimentos;
  • Ser consciente das condições seguras de trabalho em benefício próprio e dos colaboradores;
  • Conhecer as estruturas bioquímicas que compõem os nutrientes dos alimentos, seus benefícios na alimentação e promoção da saúde;
  • Identificar as informações nutricionais nos rótulos de alimentos e interpretá-las em benefício do consumidor;
  • Distinguir a ética moral e profissional para a formação do caráter;
  • Compreender as habilitações profissionais exigidas ao exercício profissional perante os conselhos que regulamentam a profissão;
  • Executar com ética a segurança alimentar;
  • Elaborar manuais de Boas Práticas de Fabricação a estabelecimentos elaboradores/industrializadores de alimentos;

Habilidades

  • Argumentar, discutir e expressar opiniões com clareza e coerência lógica;
  • Executar as ações técnicas típicas com respeito à segurança alimentar microbiológica do alimento;
  • Realizar e interpretar as análises microbiológicas básicas nos alimentos;
  • Usar adequadamente as estruturas bioquímicas dos alimentos na nutrição e alimentação saudável;
  • Observar a legislação vigente e cumpri-la adequadamente;
  • Realizar e controlar os processos biotecnológicos fermentativos;
  • Trabalhar com segurança utilizando Equipamentos de Proteção Individual adequadamente;
  • Executar as técnicas adequadas à conservação dos alimentos e utilização de embalagens corretas;
  • Agir eticamente;
  • Expandir sua compreensão pela integralização dos conteúdos;
  • Trabalhar projetos de maneira coletiva e individual;
  • Preconizar a harmonia do ambiente de trabalho;
  • Realizar técnicas de higienização e satinização de superfícies, equipamentos e utensílios para assegurar a qualidade dos alimentos.

2. Certificação Profissional Intermediária em Controle de Qualidade

Competências

  • Distinguir as diversas características e fases dos processos de fermentação e biotecnológicos;
  • Entender as técnicas envolvidas nas análises físico-químicas de alimentos e organolépticas;
  • Compreender os aspectos ambientais;
  • Conhecer os diversos tipos de projetos agroindustriais;
  • Aprender como executar um projeto, ferramentas gerenciais e mecanismos de sistematização;
  • Distinguir os diferentes materiais utilizados em instalações agroindustriais;
  • Conhecer as estruturas bioquímicas dos alimentos e suas reações pertinentes que interferem na qualidade do produto;
  • Conectar e instalar os equipamentos agroindustriais adequadamente.

Habilidades

  • Executar a legislação vigente ambiental e empresarial;
  • Operar com responsabilidade e presteza os equipamentos e instalações, necessários no processamento dos diversos tipos de produtos;
  • Zelar pela organização do ambiente de trabalho;
  • Executar projetos com destreza e determinação;
  • Empenhar-se e se organizar nas análises físico-químicas;
  • Conduzir avaliações sensoriais;
  • Distinguir sabores, aromas e odores agradáveis e específicos aos produtos alimentícios de boa qualidade;
  • Cumprir com competência e determinação ao que é solicitado;
  • Analisar resultados físico-químicos, bioquímicos e biotecnológicos com atenção e responsabilidade.
  • Compreender todos os ensinamentos ministrados de forma integralizada.

3. Certificação Profissional Intermediária em Processamento de Alimentos

Competências

  • Conhecer as técnicas e os tipos de processamento dos vários tipos de bebidas industrializadas;
  • Aplicar os conhecimentos biotecnológicos de fermentação no processamento de bebidas e de panificação;
  • Distinguir as etapas e procedimentos necessários para elaboração de produtos de padaria;
  • Aplicar os procedimentos de segurança alimentar nos processamentos de alimentos;
  • Entender as técnicas de processamento de cereais e grãos;
  • Compreender as fases e etapas de extração de óleos;
  • Conhecer as técnicas e etapas de processamento de carnes e derivados;
  • Conhecer as técnicas e etapas de processamento de leite e derivados;
  • Conhecer as técnicas e etapas de processamento de frutos e hortaliças;
  • Conhecer as legislações pertinentes a cada uma das tecnologias de processamento dos alimentos;
  • Integrar os processamentos na forma de projeto e executar de maneira consciente.

Habilidades

  • Analisar, comparar e emitir pareceres sobre os processos desenvolvidos e os resultados alcançados.
  • Atuar de forma ética e equilibrada no desempenho profissional;
  • Demonstrar visão contextualizada do cenário político, econômico e social do setor alimentício e áreas correlatas;
  • Demonstrar interesse e propósitos claros direcionados à eficiência e à eficácia no desempenho profissional;
  • Expressar ideias de forma clara empregando técnicas de comunicação apropriadas a cada situação;
  • Processar os diversos tipos de alimentos;
  • Empregar de forma correta as tecnologias e processamento;
  • Possuir visão integralizada do desenvolvimento de processamentos de alimentos;
  • Ter responsabilidade profissional e consciência de si no setor produtivo alimentício, sociopolítico e econômico.