Ir direto para menu de acessibilidade.
Você está aqui: Página inicial > IFTM Campus Avançado Uberaba Parque Tecnológico > Últimas Notícias > A gosto do Negro: as relações étnico-raciais em projeção
Início do conteúdo da página
Notícias

A gosto do Negro: as relações étnico-raciais em projeção

Ciclo formativo visa promover espaço de reflexão sobre as relações étnico-raciais e será realizado de forma remota

  • Por IFTM Campus Avançado Uberaba Parque Tecnológico
  • Publicado em 13/07/2020 às 00:00
  • Última modificação 26/06/2021 às 14:46
A gosto do Negro: as relações étnico-raciais em projeção
A gosto do Negro: as relações étnico-raciais em projeção
Crédito: Divulgação

O Grupo de Estudos e Pesquisas Quilombo Neabi, em parceria com o Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros e Indígenas (Neabi) e o projeto Cine UPT, todos do IFTM Campus Avançado Uberaba Parque Tecnológico, inicia um ciclo formativo para o segundo semestre de 2020, começando as atividades no mês de agosto, de maneira remota enquanto durar a pandemia da Covid-19.

Intitulado “A gosto do Negro: as relações étnico-raciais em projeção” o projeto, que é aberto a toda comunidade, trará ao longo do mês eventos semanais voltados para a discussão das relações étnico-raciais a partir de análises de produções feitas por/sobre negros.

O objetivo do ciclo formativo é contribuir para a formação pluricultural de valorização da identidade étnico-racial de seus participantes, trazendo reflexões sobre as mudanças necessárias na construção de uma política educacional inclusiva que promovam a equidade social. Nos eventos serão abordados temas como estereótipos sobre a população negra, as raízes históricas do racismo e as formas de descolonizar o pensamento.

A primeira semana trará uma roda de conversa com a análise seguida de debate sobre o filme American son (2019) do diretor Kenny Leon. Na segunda semana teremos uma discussão sobre o livro Quarto de despejo, de Carolina Maria de Jesus. Na terceira semana, será realizado o minicurso “Mentes negras: descolonizando o pensamento com Memórias da plantação, de Grada Kilomba”. E, encerrando o mês, teremos a mesa-redonda “Educação para as relações étnico-raciais: a lei 12.711/2012 e a democratização da educação”.

Para mais informações, acesse a página do evento.

Faça sua inscrição e receba certificado de participação.



Fim do conteúdo da página