Ir direto para menu de acessibilidade.
Você está aqui: Página inicial > Últimas Notícias > IFTM é aprovado no Edital SETEC nº 35/2020 - Apoio à criação dos Laboratórios IFMaker na Rede Federal
Início do conteúdo da página
Notícias

IFTM é aprovado no Edital SETEC nº 35/2020 - Apoio à criação dos Laboratórios IFMaker na Rede Federal

Proposta da instituição, composta por 3 projetos, foi contemplada na íntegra

  • Por IFTM Reitoria
  • Publicado em 15/09/2020 às 11:00
  • Última modificação 16/09/2020 às 10:24
LAB IFMAKER - MEC
LAB IFMAKER - MEC
Crédito: Divulgação

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Triângulo Mineiro (IFTM) teve proposta aprovada na seleção do Edital SETEC nº 35/2020 - Apoio à criação dos Laboratórios IFMaker na Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica.

A proposta institucional, aprovada na íntegra, é composta por 3 projetos, desenvolvidos pelos campi Uberaba, Uberlândia e Paracatu.

O projeto do IFTM Campus Uberaba, denominado “AgroEduca Lab IFMaker Uberaba-MG”, tem como objetivo implementar o Laboratório Integrado de Ensino, Inovação e Criatividade (LABEIC) no referido campus para promover ações de desenvolvimento pessoal e profissional e estimular a produção intelectual a partir das premissas do “learning by doing” e Aprendizagem Baseada em Projetos.

Propõe-se utilizar esse espaço para ensino, pesquisa e extensão, com vias a estimular a mentoria e o desenvolvimento de práticas pedagógicas inovadoras; contribuir para a formação inicial de professores, por meio de oferta de cursos de formação de professores da educação básica para a utilização da Aprendizagem Baseada em Projetos e outras metodologias que se enquadrem no movimento Maker; estimular o desenvolvimento de projetos de pesquisa e inovação que podem ter uma melhoria de eficiência com a utilização de recursos disponíveis no espaço do Laboratório, como impressora 3D, Arduino e Scanner 3D; disseminar informações sobre a cultura Maker para a comunidade interna e externa do campus por meio da participação em eventos, demonstrações, visitas às escolas ou outros ambientes e redes sociais; entre outras funções.

O Laboratório Integrado de Ensino, Inovação e Criatividade (LABEIC) tem a coordenação do professor Bruno Pereira Garcês e será implementado em um espaço de aproximadamente 68 m² contando com uma sala principal, com a estrutura do laboratório e uma sala de apoio que será utilizada para armazenamento de materiais e apoio técnico.

Com o projeto denominado IFExpert – LabMaker, o IFTM Campus Uberlândia traz a implantação de um espaço multidisciplinar, onde os estudantes serão levados a uma maior interação com colegas de outras áreas, desenvolvendo a habilidade de atuarem em colaboração. Desta forma, educadores e estudantes poderão atuar na busca por soluções de problemas multidisciplinares, construindo um conhecimento, o que levará os estudantes a elaborarem, construírem, implementarem e avaliarem as soluções encontradas. Com isso estimula-se a formação de estudantes ativos no processo de construção do conhecimento, tornando-os apto a atuar em um mercado que, cada vez mais, demanda um profissional crítico, capaz de propor soluções.

O LabMaker do IFTM Campus Uberlândia, coordenado pelo professor Altamir Gomes de Figueiredo, será ainda um espaço que colocará as pessoas em contato com as redes nacional e mundial de laboratórios de inovação tecnológica, o que permitirá, através de projetos de ensino, pesquisa e extensão, atuar junto às comunidades, sejam elas escolares ou não, em seus diferentes níveis de organização. O espaço para o IFExpert - LabMaker estará localizado em uma área cercada por terrenos agrícolas, permitindo testar os protótipos a serem construídos em condições reais ao ar livre.

Implantação da "cultura learning by doing" com a instalação de um laboratório Maker como ferramenta propulsora de ensino aprendizagem. Esse é o título do projeto proposto pelo IFTM Campus Paracatu com o objetivo de também colocar os alunos como agentes de seus próprios processos de aprendizagem, estimulando a prototipagem de forma lúdica e investigativa. Seja com robótica, eletrônica, programação, mecânica, marcenaria, gestão, arte ou inúmeros outros recursos, o aluno será encorajado a resolver problemas errando, repensando, inovando, se adaptando e auxiliando no desenvolvimento de competências primordiais para enfrentar mudanças, construir e reinventar tudo ao seu redor.

Desenvolvimento de projetos colaborativos e multidisciplinares com as diversas áreas do ensino médio técnico e também com as áreas do ensino superior, que promovam o engajamento dos alunos, fazendo da escola um amplo espaço para experimentação, prática e comprovação do conhecimento, é ainda um dos pilares da proposta do campus, a qual tem a coordenação do professor Olivar Gonçalves Borges.

Resultado final pode ser acessado na página do Diário Oficial da União.



Assunto(s):
Fim do conteúdo da página