Ir direto para menu de acessibilidade.
Você está aqui: Página inicial > Últimas Notícias > Programa que aproxima universidade e indústria abre inscrições
Início do conteúdo da página
Notícias

Programa que aproxima universidade e indústria abre inscrições

O Escale-se busca estudantes, professores e pesquisadores de MG que queiram levar uma uma tecnologia para o mercado

  • Por IFTM Reitoria
  • Publicado em 23/03/2021 às 14:00
  • Última modificação 23/03/2021 às 15:01
Programa Escale-se
Programa Escale-se
Crédito: Divulgação

Tecnologias devem resolver problemas, trazer maior qualidade de vida para as pessoas e otimizar processos, mas muitas vezes ficam estagnadas nos laboratórios. O Brasil tem um grande potencial com um trabalho de ponta feito nas universidades, mas apenas 6% das pesquisas desenvolvidas na UFMG, por exemplo, já chegaram ao mercado.

O Escale-se nasce com o objetivo de superar essa lacuna. O programa vai fomentar novos negócios de base tecnológica a partir de demandas da indústria e de pesquisas acadêmicas. A iniciativa é fruto de uma parceria entre o Escalab – Centro de Escalonamento de Tecnologias e Modelagem de Negócios, vinculado ao Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia Midas (INCT Midas), e o hub de inovação da FIEMG (FiemgLab).

Quem encabeça a iniciativa é Rochel Montero Lago, professor da UFMG conhecido por sua atuação nas áreas de inovação e em empreendedorismo acadêmico. “O programa faz parte de uma rica experiência já desenvolvida na UFMG e que visa conectar empresas e universidade. Como resultados, esperamos ver no mercado empresas mais inovadoras, com tecnologias que resolvem problemas e ampliam negócios”, destaca.

Com os recursos financeiros já aportados pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig) e com a parceria da RHI Magnesita, pretende-se mapear 30 tecnologias promissoras em hard science no ecossistema de inovação mineiro. Dessas, de 10 a 15 passarão por uma fase de pré-aceleração, com mentorias e consultorias para que as ideias sejam transformadas em possibilidades de negócio. Após isso, de 2 a 5 equipes vão passar por avaliações e planejar a transferência da escala de bancada no laboratório para uma escala industrial, em maior quantidade. Ao final de todo o processo, o programa oferece até R$ 100.000 de aporte para o escalonamento da tecnologia vencedora!

Podem participar do Escale-se estudantes de graduação, pós-graduação, professores ou pesquisadores que estejam vinculados a alguma instituição de ensino de Minas Gerais e atuem em áreas chamadas hard science, como Química, Física, Engenharia Química, Engenharia de Materiais, de Minas, Metalúrgica e Ambiental. Os interessados podem escolher entre submeter uma tecnologia que vai solucionar desafios
propostos pela mineradora RHI Magnesita ou optar por uma modalidade livre, não vinculada a essas demandas.

O edital e o formulário de inscrições estarão disponíveis a partir da próxima terça-feira, 23, no site do programa: escalese.com.br. Outras informações podem ser consultadas nas redes sociais (@escale_se) ou pelo e-mail comunicacao@escalese.com.br.

Fonte: https://escalese.com.br/



Assunto(s):
Fim do conteúdo da página