Ir direto para menu de acessibilidade.
Você está aqui: Página inicial > Últimas Notícias > Assédio sexual e moral é tema de campanha de conscientização do IFTM
Início do conteúdo da página
Notícias

Assédio sexual e moral é tema de campanha de conscientização do IFTM

A Campanha #NãoVenhaComAssédio inicia em maio e conta com palestras, materiais informativos e capacitações

  • Por IFTM Reitoria
  • Publicado em 30/04/2021 às 11:30
  • Última modificação 06/05/2021 às 08:38
Campanha #NãoVenhaComAssédio
Campanha #NãoVenhaComAssédio
Crédito: Divulgação

Favorecer o conhecimento da problemática assédio moral e sexual e fortalecer a cultura de responsabilidade coletiva no âmbito das instituições, principalmente internamente, é o objetivo da Campanha #NãoVenhaComAssédio do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Triângulo Mineiro (IFTM).

Para isso, é preciso, antes de tudo, compreender o que é assédio sexual e moral, para depois se ter mais facilidade em reconhecê-los, denunciá-los e, assim, combatê-los, com vistas à construção de uma sociedade menos violenta e mais humana e saudável para todos.

Nesse sentido, diversas organizações públicas já iniciaram esse importante trabalho, tais como Tribunal Superior do Trabalho (TST) e Controladoria Geral da União (CGU), por meio de ações e materiais informativos no sentido de coibir assédio em suas diferentes formas, conscientizar a comunidade sobre seus graves efeitos e orientar servidores sobre como agir nesses casos.

Para tratar do assunto no IFTM, foi criada comissão específica formada por representantes de diversas áreas e setores da instituição como Ouvidoria, Comissão Permanente de Procedimentos Disciplinares - CPPAD, Gestão de Pessoas, Apoio ao Estudante e núcleos pedagógicos (Núcleos de Estudos Afro-brasileiros e Indígenas – NEABI; Núcleo de Atendimento às Pessoas com Necessidades Específicas – NAPNE; Núcleo de Estudos de Diversidade de Sexualidade e Gênero – NEDSG; entre outros).

Tais setores, por estarem mais à frente do contato com estudantes, servidores e também comunidade externa, conseguem visualizar melhor demandas que o IFTM tem em relação à temática e, consequentemente, apoiar a instituição no combate ao assédio sexual e moral em seu ambiente, lembrando, porém, que a responsabilidade nesse combate é de toda comunidade acadêmica – estudantes e servidores – e também da sociedade em geral.

“Toda a comunidade deve formar uma rede de apoio para evitar que episódios de assédio ocorram e, caso aconteçam, garantir que as vítimas sejam acolhidas e se sintam amparadas. O IFTM não tolera qualquer tipo de assédio e está comprometido em oferecer um ambiente saudável de estudos e trabalho para estudantes e servidores”, destaca Marcela Rodrigues de Freitas, assistente social do IFTM e presidente da referida comissão.

A reitora do IFTM, Deborah Santesso Bonnas, também reforça a importância da campanha para a instituição, que vem se empenhando e buscando ferramentas para subsidiar uma política institucional de prevenção e combate ao assédio moral e sexual. “Nos campi, por exemplo, estamos criando mais um importante Núcleo, o Núcleo de Estudos de Diversidade de Sexualidade e Gênero (NEDSEG), para trabalhar mais próximo ao corpo discente, e também junto a servidores para discutirmos e desenvolvermos ações de combate de assédio. Queremos e precisamos sensibilizar e orientar para prevenir assédios em nossa instituição e só uma política sólida, construída e atualizada por meio de conscientização e diálogo constante, pode dar conta disso”, esclarece Deborah.

A Campanha #NãoVenhaComAssédio será realizada em 3 etapas: a 1ª consiste em realização de palestras online com participação de profissionais da área jurídica e médica ao longo do mês de maio; a 2ª contempla produção de cartilhas e folders com definições do que é assédio e como reconhecer situações em que ele ocorre, onde buscar acolhimento, canais e orientações de denúncia; e a 3º abarca ações de capacitação para os citados núcleos pedagógicos e outros setores estratégicos do IFTM para ensiná-los como melhor acolher e orientar possíveis vítimas de assédio moral e sexual na instituição.

No dia 6 de maio, das 15h às 17h, ocorre a primeira atividade da campanha, com a palestra Violência Sexual Contra Crianças e Adolescentes: conhecer para combater com André Tuma, Promotor de Justiça do Ministério Público de Minas Gerais (MPMG). No dia 13, das 19h às 20h, é a vez de falar sobre abuso infantil com a palestra O que os nossos filhos contam além das palavras: percebendo e prevenindo o abuso infantil, ministrada por Dulcimar Pereira, médica especialista em Pediatria e com atuação em Terapia Intensiva Infantil e Neonatal e Pediatria Integrativa. Em seguida, no dia 19 de maio, das 09h30 às 10h30, é a vez de Karla Fernanda Valle, assistente social do Tribunal Regional do Trabalho do Rio de Janeiro de falar sobre Acolhimento de denúncias de assédio moral e sexual. Para encerramento da 1ª etapa da campanha, no dia 27 de maio, das 13h30 às 14h30, a advogada criminalista Taisa Carneiro Mariano expõe sobre Os reflexos criminais dos comportamentos abusivos recorrentes no âmbito estudantil.

As palestras podem ser acessadas pelo canal do IFTM no YouTube e são abertas também ao público geral. Para obter certificação, é preciso fazer inscrição pela página da campanha. Para aqueles que não desejam certificados, é possível acompanhar livremente as atividades.

Acompanhe mais informações na página da Campanha #NãoVenhaComAssédio do IFTM.



Assunto(s):
Fim do conteúdo da página