Ir direto para menu de acessibilidade.
Você está aqui: Página inicial > Últimas Notícias > Rede Federal debate investimentos em Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação no Brasil
Início do conteúdo da página
Notícias

Rede Federal debate investimentos em Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação no Brasil

Conif e SBPC realizaram live no dia 15 de outubro como uma das ações em defesa da reversão da alteração feita na PLN 16

  • Por IFTM Reitoria
  • Publicado em 18/10/2021 às 16:00
  • Última modificação 18/10/2021 às 19:13

O Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif) realizou, nessa sexta-feira (15/10), uma transmissão ao vivo sobre os impactos da redução dos financiamentos em Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (PD&I) no Brasil. O encontro contou com a participação de cinco pesquisadores da Rede Federal, cada um representando uma região do país.

Com o tema “Roda de conversa: de Norte ao Sul do país, como o impacto dos financiamentos em PD&I podem afetar as ações da pesquisa, da pós-graduação e da inovação na Rede Federal”, a atividade foi proposta pelo Fórum de Pró-Reitores de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação do Conselho (Forpog), em uma mobilização conjunta com a Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC).

A atividade faz parte das ações da Iniciativa para a Ciência e Tecnologia no Parlamento (http://ICTP.br) pela defesa da reversão da modificação feita na PLN 16, que subtrai os recursos destinados a bolsas e apoio à pesquisa do Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) e impossibilita projetos já agendados pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). O PLN 16 destinava 690 milhões de reais para o ministério. Na sexta-feira (8/10), as entidades que compõem o Comitê Executivo da ICTP.br encaminharam ao parlamento uma carta de repúdio da decisão feira pela Comissão Mista do Orçamento do Congresso Nacional, atendendo a pedido feito pelo Ministro da Economia.

Logo na abertura da transmissão a presidente do Conif, Sônia Regina de Souza Fernandes, ressaltou a importância do investimento em PD&I para o desenvolvimento pleno do Brasil. “Estamos falando de um tema de estrema importância para a Rede e para o país. A Rede tem uma ampla capilaridade e atende a todas as regiões brasileiras garantindo a inserção de pesquisadores em diferentes formas e níveis. A pesquisa, o desenvolvimento e a inovação estão no nosso cerne e é o que garante que sejamos Instituições de Educação Profissional, Científica e Tecnológica”, afirma.

Durante as falas que seguiram, os pesquisadores apresentaram alguns de seus projetos, além de dados sobre a situação da ciência brasileira e fizeram a defesa por mais investimentos. Marcos Augusto Schliewe, pesquisador Instituto Federal de Goiás (IFG) lembrou que, ao investir nas pesquisas, o governo também investe em serviços públicos para as comunidades acadêmicas, pois elas são beneficiadas diretamente pelo trabalho dos pesquisadores da Rede.

A fuga de mentes rumo a países que possuem mais investimentos em pesquisa, como França, Alemanha e Estados Unidos e a falta de infraestrutura nos laboratórios também foram pontos abordados pelos palestrantes. “Como vamos potencializar o pesquisador a inovar sem recursos financeiros, recursos humanos e ainda mais recursos humanizados”, questionou o pesquisador Aisamaque Gomes de Souza, do Instituto Federal Baiano (IF Baiano).

Participaram do encontro ainda os pesquisadores José Pinheiro de Queiroz Neto, do Instituto Federal do Amazonas (Ifam); Sávio Silva Berilli, do Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes); e Mathias Alberto Schramm, do Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC). A moderação do encontro foi feita pelo coordenador do Forpog, André Romero, e a coordenação da iniciativa foi feita pelas professoras Sindynara Ferreira, do Instituto Federal Sul de Minas Gerais (IFSULDEMINAS) e Fátima Peres Zago de Oliveira, do Instituto Federal Catarinense (IFC). Assista à mesa redonda no canal do Conif no YouTube.

Mobilização – Diante dos cortes no orçamento do CNPq, a SBPC, em articulação com outras entidades científicas e acadêmicas nacionais, realizou a “Mobilização em Defesa da Ciência”. O encontro, realizado na tarde dessa sexta-feira (15), teve o propósito de mobilizar a comunidade em um movimento em defesa da CT&I e Educação no país. Sônia Regina de Souza Fernandes, presidente do Conif, representou as instituições da Rede Federal na abertura do evento. Na oportunidade, ela reiterou que a ciência precisa ser um bem público e que ela salva vidas.

O Senador Izalci Lucas (PSDB/DF), o Deputado Alessandro Molon (PSB/RJ), a Deputada Joice Hasselmann (PSL/SP), o presidente do CNPq, Evaldo Vilela, e o ministro em exercício do MCTI, Marcelo Morales, foram os convidados para a Mesa Redonda “Cortes no orçamento do MCTI: Qual a solução?”. Durante todo o dia, entidades e profissionais ligados a produção científica brasileira tem ido às redes sociais pedir por mais orçamento usando as hashtags #SOSCiencia #LiberaFNDCT. A gravação da mobilização da SBPC está disponível em seu canal no YouTube

Fonte: https://portal.conif.org.br/br/component/content/article/84-ultimas-noticias/4434-rede-federal-debate-investimentos-em-pesquisa-desenvolvimento-e-inovacao-no-brasil?Itemid=609



Assunto(s):
Fim do conteúdo da página