Projeto de Extensão e Cultura

IFTM lança o projeto Visões da Independência

Em comemoração ao bicentenário da Independência do Brasil, projeto prevê a produção de um longa-metragem que narra o tema a partir das visões particulares e poéticas dos sujeitos históricos e culturais das cidades onde a instituição possui campus
Publicado em 07/09/2022 12:00 Atualizado em 07/09/2022 18:31
Compartilhe:
Compartilhe:
Legenda da imagem
Documentário Visões da Independência
Crédito: Divulgação

Todas as cidades possuem suas singularidades e um jeito próprio de definir as questões mais profundas e mais complexas do cotidiano. A cultura local molda olhares e peculiaridades de forma a enriquecer a teia cultural que compõe o que chamamos de nação.

Assim, em comemoração ao bicentenário da Independência do Brasil, o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Triângulo Mineiro (IFTM) lança o projeto Visões da Independência, que prevê a produção de um longa-metragem sobre o tema a partir das visões particulares e poéticas dos sujeitos históricos e culturais das cidades onde a instituição tem campus: Uberaba, Uberlândia, Patrocínio, Ituiutaba, Patos de Minas, Paracatu e Campina Verde.

“Como os indivíduos dessas cidades percebem a sua própria existência? O que para eles significa liberdade? O que representa o conceito de independência? Essas são algumas das questões de partida para construir uma reflexão acerca do sentido da independência após 200 anos de nossa separação de Portugal, desvendando não somente os aspectos históricos, mas elementos culturais e, sobretudo, humanos”, explica Mário Luiz da Costa Assunção Júnior, presidente da Comissão de Arte e Cultura do IFTM e idealizador do projeto.

Para chegar aos personagens e localidades que marcam cada região, a produção do documentário contará com equipes em cada cidade, compostas por estudantes e servidores do IFTM,  integrando a Comissão Permanente de Arte e Cultura, as Coordenações de Extensão dos campi e demais setores. O vídeo terá 60 minutos e pretende ser de classificação livre. Mário destaca que ele poderá ser usado como material paradidático por professores de quaisquer redes de ensino. “Visões da Independência pretende ter classificação livre, destinado à comunidade interna e externa do IFTM, podendo ser considerado um filme para toda a família. 

.Finalizado, o longa-metragem será exibido em todas as cidades onde foi gravado em um festival de cinema itinerante. 

Assista ao vídeo de lançamento do projeto Visões da Independência no canal do IFTM no YouTube.

Compartilhe:

Notícias relacionadas